São Capturas todos os olhares …

Abstrato

PodEntrar Atmosphère Ouatée

NADIA JUNG

NADIA JUNGNADIA JUNG

Absorbées ou préoccupée . Une cigarette qui fait oublier l’anxiété envoie ses volutes blanches et donne une atmosphère ouatée à cette photo

Anúncios

PodEntrar!

PodEntrar!

Coeur qui soupir n’a pas de désir .

© Todas as fotos incluídas neste site, estão sob a Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Uso da imagem somente com autorização do autora Nádia Jung

OBRIGADA,

Nádia.


PodEntrar! Ações

 
“Il faut aimer quelqu’un pour le préférer à son absence .“

 

© Todas as fotos incluídas neste site, estão sob a Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Uso da imagem somente com autorização do autora Nádia Jung

OBRIGADA,

Nádia.


PodEntrar! Abstrações

 

 

“ Ela disse a ele “Ninguém me cura como você.”

 

 

© Todas as fotos incluídas neste site, estão sob a Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Uso da imagem somente com autorização do autora Nádia Jung

OBRIGADA,

Nádia.


Every Day is D-day

Nadia Jung


Andanças, solo.

Colhendo realidades mais luminosas.Avanço decidido em direção aos propósitos, alimentando o sonho.
Uma ou outra coisa pode pretender demover dos objetivos e desafiar as convicções, mas os desafios só irão uma coisa: mais forte. Do centro vem a força. Plugue-se em si. – Nádia.

Fotografia de © Nadia Jung – Olhares


Perpetuum Mobile

nadia jung fotografia


Em Caucaia do Alto, rendeu do passeio a pé e camera em punho pela estrada de chão com o Manoel, alguns registros, e além deles este que é de um galpão queimado no meio do mato crescente.

O que eu posso restaurar destes passeios nus, é algo ainda mais poético e inspirado e também mais produtivo. É isso aí, unir o abstrato e o concreto num grande abraço.

Nádia Jung.

Caucaia do Alto, 09 de Fevereiro de 2014.

Fotografia de © Nádia Jung


Pode Entrar! “Duas faces do mesmo silêncio”

nadia jung

…“solto então do imenso nada
das coisas todas que são o que os olhos bebem
fincar as raízes neste mesmo chão
deixá-las derramar na prenhez da terra
e o amor debaixo
a cumprir o segredo
que nos sopra entre os ramos mais antigos que temos dentro”

De
José miguel oliveira, “duas faces do mesmo silêncio”


4Patas

NJung.Sitio

Quem não respeita o teu não,
não merece o teu sim…


O Sofrimento do Hipocrita.

Victor Hugo, em O Sofrimento do Hipocrita.

Ter mentido é ter sofrido. 0 hipócrita é um paciente na dupla acepção da palavra; calcula um triunfo e sofre um suplício.
A premeditação indefinida de uma ação ruim, acompanhada por doses de austeridade, a infâmia interior temperada de excelente reputação, enganar continuadamente, não ser jamais quem é, fazer ilusão, é uma fadiga. Compor a candura com todos os elementos negros que trabalham no cérebro, querer devorar os que o veneram, acariciar, reter-se, reprimir-se, estar sempre alerta, espiar constantemente, compor o rosto do crime latente, fazer da disformidade uma beleza, fabricar uma perfeição com a perversidade, fazer cócegas com o punhal, por açúcar no veneno, velar na franqueza do gesto e na música da voz, não ter o próprio olhar, nada mais difícil, nada mais doloroso. O odioso da hipocrisia começa obscuramente no hipócrita. Causa náuseas beber perpetuamente a impostura. A meiguice com que a astúcia disfarça a malvadez repugna ao malvado, continuamente obrigado a trazer essa mistura na boca, e há momentos de enjoo em que o hipócrita vomita quase o seu pensamento. Engolir essa saliva é coisa horrível. Ajuntai a isto o profundo orgulho. Existem horas estranhas em que o hipócrita se estima.
Há um eu desmedido no impostor. 0 verme resvala como o dragão e como ele retesa-se e levanta-se. 0 traidor não é mais que um déspota tolhido que não pode fazer a sua vontade senão resignando-se ao segundo papel. É a mesquinhez capaz da enormidade. 0 hipócrita é um titã-anão

NadiaJung_

Infelizmente a hipocrisia faz-se sempre rodear de uma envolvente onde ela tem eco, porque lhe mimetiza o comportamento, pois só assim se consegue desenvolver! De outra forma sucumbiria…

E, por isso, acaba por sobreviver mais tempo do que o que deveria: anos e anos de mentira, pois é mais fácil a um (a) hipócrita encontrar “bodes espiatórios” do que dizer a verdade algum dia.

E ela escreve-se no feminino e no masculino, ao contrário do que o fantástico texto de Victor Hugo possa querer fazer sugerir, por ser escrito no “masculino”.

E como não quer deixar rasto, tantas vezes usa a lixiviação, o tentar apagar os vestígios para que da hipocrisia não fique memória.

Mas ficará! Sei que sim.

E, por isso mesmo, há que saber chamar os “nomes às coisas”.

E há coisas que fazem NÁUSEA DE TANTA HIPOCRISIA!


Hoje o choro vem cheio de dor.

njung

Qualquer homenagem a ti será apenas uma tentativa…
Dartagnan, ou querido Darta* .

Com a tua simplicidade, lealdade, sinceridade e firmeza de caráter deixaste agora a saudade. Lembrarei sempre,sempre,sempre… de ti meu querido amigo de campanha!

As lembranças… “Corridas pelas lavouras, andanças a cavalo e tu, sempres o anjo me olhava, me mostrando ali que não importasse o tamanho da briga tu me cuidava, comoeu tinha que te cuidar porque eu era “ a xucra“ teimosa, tida como guaipequinha, que em cima do lubuno `troteava` meio das macegas, que subia em arvores e se quebrava, e a que …meu!
… sempre cativaste a amizade, o amor de todos, sempre foste um amigo mais do que especial para todos, e eu nunca mais esquecerei como nunca esqueci, sempre o que nos restava era as nossas saudades, e que vínculo maior que tem nesse nosso sentir?

Essa tristeza amarga meu céu, a lua cheia hoje me cega, e as estrelas me apertam o peito, e lembro de ti quando eramos apenas dois guris!
Darta, na verdade tu és um anjo de luz e escolheste teu rumo a SM como dizias me: vou fazer agronomia, Morocha!
Mas bah me enchi de orgulho … nao sei descrever quanto meu orgulhei de ti, pelo teu sonho, mais do que meu mecher com plantas, bichos … E agora, choro, choro…e nada me consola, não tem como parar mais como quando penso dos outros que se foram, e nao quero mais chorar!
Vou pensar no teu sorriso!Vou pensar em nossas cavalgadas, mateadas e nos banhos de rios, nos parrerais, que infância linda, que lembrancas temos! Entendo agora quem tu foste e és…SAUDADE.

Guardo todos os nossos bilhetes, verdadeira fortuna literária e tento reescrever aqui, um bem engraçado que me fazes sentir de novo at´a braveza que senti quando eu li de primeira:

“ … guaipeca imaginosa e encantadora … escuta-o é o vento meridonal, leal e ingênuo, impulsivo na alegria e na temeridade, precavido, perspicaz, sóbrio e infatigável…“

Roubaste todas as qualidades para ti, e me deixaste com o carinhoso quaipeca…

Sempre te disse da tua importância, sempre te disse que te gostava um tanto, mas nunca pude te prometer ser menos xucra! Mas hoje eu vou estudar isso com carinho, vou pensar em ser tão mais carinhosa como tu sempre me mostrou sendo …e estaremos quites nisto.

Desabafo…e não loucura escrever assim…na verdade escrevo para o nada…pois nao estas mais em lugar algum, a nao ser em nossos bilhetes trocados e sinto por nao acreditar tanto em algo qualquer como tu sim.
Ah…
Desculpa mas vou ficar brava só mais uma vez para não ter que chorar …


Série Opinião! Carpi Nejar!

AHAHHAHAA…
Pelo movimento das sombrancelhas da mulher, eu sei como ela transa!
Frases…
Frase de Carpi Nejar, Fabricio.

Tenho que rir…Mas ele diz coisas sensuais em que eu me dedico a absorver.

Mas tambem diz uma coisa que ha pouco descobri…
“Um autor … conhece-lo estraga* tudo que se gosta da vida secreta de leitor…ao conhecer (sobretudo o caráter) do autor“

Esta certissimo Carpi Nejar.

autus nadia jung

O vídeo da entrevista…


Série- Opinião

NADIA JUNG FOTOGRAFIA

Diabo não existe.

Se existir algo além do nada e silencioso como opção de vida após morte, e a escolha de ir para o inferno existisse, ela seria minha escolha. Pelas impressões deixadas parece um lugar bem atraente: tem festas, bebidas, gente…
Me parece confortável.

Na verdade cresci num ambiente muito moral, religioso, ne? A famosa moralidade e tradicional familia cristã. E havia algumas coisas que me incomodava um tanto de manter algumas relações, que não existem e que fica cultuando como se fosse “legal“ quando na verdade as pessoas vão se deteriorando…E Nietzsche, me abriu para isso!

Série Opinião.
“Garfei“ isso da minha natureza: desbravadora de provocações. Quero mais é tentar OPINAR COM OS SIGNOS, COM AS FOTOGRAFIAS.


Calçamento!

nadiajung_trilhos

“NINGUEM PODE CONSTRUIR
EM TEU LUGAR

AS PONTES QUE PRECISARAS PASSAR PARA ATRAVESSAR O RIO DA VIDA.

– NINGUEM, EXCETO TU,
SO TU PODES FAZE-LO.

ONDE LEVA??? NAO PERGUNTES… SEGUE-O.”
(Friedrich Nietzsche)


Série – Opinião-

Nadia Jung Fotografia

Felicidade é intimo.
Se sou feliz?
Nao tenho sim e nem não em minha resposta, simplesmente se trata de pergunta velha, antiga quando eu responder que sim, a validade ja passou!Pelo menos para mim.
rs.

Um sorriso não simboliza PURA FELICIDADE, e sim a figura humana de sorriso efêmero.

Série Opinião.
“Garfei“ isso da minha natureza: desbravadora de provocações. Quero mais é tentar OPINAR COM OS SIGNOS, COM AS FOTOGRAFIAS.


Série – Opinião –

Estreia a Série Opinião.
“Garfei“ isso da minha natureza: desbravadora de provocações. Quero mais é tentar OPINAR COM OS SIGNOS, COM AS FOTOGRAFIAS.

Nadia Jung Fotografia

Carregar orgulho de ser gaúcha, é algo bobo. Eu diria que é a coisa mais boba que existe,rs.
Carregar bandeira do estado, não faz parte …
Não há nada de novo e diferente nesse mais do que orgulho bobo.Por isso é o tipo de “patriotismo regional“ que não passa de ritual não-funcional

-Opinião-

Nádia Jung.